Informação sobre candidíase, causas, sintomas, diagnóstico e tratamento de candidíase, nas formas bucal, vaginal e outras. Abordamos a candidíase genital no homem, com dicas para melhorar a qualidade de vida de quem sofre deste problema de saúde. Identificamos a dieta apropriada para quem sofre de candidíase.


quarta-feira, 3 de julho de 2013

O que causa a candidíase vaginal

Candidíase vaginal é mais vulgarmente causada por Candida albicans, um tipo de levedura ou fungo, que está normalmente presente na boca, estômago e na vagina. Esta pode, ocasionalmente, ser causada por outras espécies de Candida.
O corpo é normalmente colonizado com uma variedade de organismos, incluindo diferentes tipos de bactérias e leveduras. Estes organismos existem em equilíbrio, mas se algo como um antibiótico de largo espectro, que pode matar vários tipos de bactérias, perturba o equilíbrio, pode ocorrer crescimento excessivo dos outros organismos, conduzindo a problemas, tais como candidíase vaginal. As alterações hormonais na gravidez e níveis de excesso de açúcares, podem estar presentes em pacientes com diabetes, podendo também contribuir para este desequilíbrio.
Geralmente, candidíase vaginal não é considerada contagiosa, no entanto, pode-se espalhar ocasionalmente para um parceiro sexual.

Quais são os fatores de risco para candidíase vaginal

Um número de fatores pode aumentar o risco de desenvolvimento de candidíase vaginal. Nem todas as pessoas com fatores de risco vão apresentar candidíase vaginal. Fatores de risco para candidíase vaginal incluem:
- uso de antibióticos de amplo espectro;
- Comprometimento do sistema imunológico devido a condições tais como HIV / AIDS, utilização de corticosteroides, medicamentos associados a transplante de órgãos ou câncer e tratamento do câncer;
- Diabetes (doença crônica que afeta a capacidade do corpo de usar o açúcar como energia);
- Gravidez.

Reduzir o risco de candidíase vaginal

Você pode ser capaz de reduzir o risco de candidíase vaginal do seguinte modo:
- Evitar o duche;
- Evitar produtos que podem irritar os tecidos vaginais, tais como sprays de higiene feminina, perfumes e sabonetes;
- Comer iogurte com culturas vivas ou tomar comprimidos de Lactobacillus acidophilus se você precisar de tomar antibióticos;
- Manter o açúcar no sangue sob controle se você tiver diabetes.
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL