Informação sobre candidíase, causas, sintomas, diagnóstico e tratamento de candidíase, nas formas bucal, vaginal e outras. Abordamos a candidíase genital no homem, com dicas para melhorar a qualidade de vida de quem sofre deste problema de saúde. Identificamos a dieta apropriada para quem sofre de candidíase.


segunda-feira, 2 de abril de 2012

Candidíase vaginal recorrente

Aproximadamente 5% das mulheres com Candidíase vulvovaginal desenvolvem Candidíase vulvovaginal recorrente, definida usualmente como a ocorrência de quatro ou mais episódios de Candidíase vulvovaginal no período de 12 meses. Ao contrário das mulheres que têm episódios esporádicos de Candidíase vulvovaginal, aquelas com a doença recorrente não se beneficiam de uma diminuição na freqüência de episódios sintomáticos com o passar da idade.
Acredita-se que a Candidíase vulvovaginal recorrente esteja relacionada com uma depressão nos processos imunes da mucosa normal, o que permitiria certa “tolerância” da mucosa ao microrganismo.
Pelo fato de ser encontrada alta incidência de Candidíase vulvovaginal recorrente em mulheres com imunidade celular (IC) prejudicada, como pacientes sob terapia com corticosteróides, transplantados ou pacientes portadores do vírus HIV, têm-se postulado que deficiências na imunidade celular específica contra Candida desempenhem papel importante na susceptibilidade à Candidíase vulvovaginal primária e particularmente à Candidíase vulvovaginal recorrente.
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL